RADAR INFOMONEY Ações da WEG disparam 137% no ano e Bolsa segue de olho em impasse do pacote de estímulo nos EUA

Ações da WEG disparam 137% no ano e Bolsa segue de olho em impasse do pacote de estímulo nos EUA

Polêmica

Celso Kamura diz que Dilma pagou a ele pessoalmente e que valor cobrado é bem inferior a R$ 5 mil

Cabeleireiro rebateu informações de que teria sido pago através de esquema de corrupção na Petrobras

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Em nota enviada na tarde desta sexta-feira, o cabeleireiro Celso Kamura rebateu a notícia do jornal O Globo de que teria sido pago através do esquema do “petrolão” para prestar serviços à presidente afastada Dilma Rousseff. 

Mensagens de executivos divulgadas pelo jornal destacaram que há informações sobre pagamentos de itens pessoais da presidente pelo esquema montado na Petrobras, como o cabeleireiro Celso Kamura, que teria viajado para Brasília às custas do grupo.

Kamura afirmou que deslocamentos e atendimentos de corte e coloração prestados à Presidente afastada Dilma Rousseff, mensalmente ou bimestralmente, foram contratados e pagos pessoalmente por ela, não havendo nenhum vínculo com o Governo ou agências de Marketing intermediárias. Já os serviços para campanhas eleitorais e pronunciamentos oficiais foram contratados e pagos pela empresa Pólis Propaganda e Marketing, que cuidou também de passagens e estadias. 

Aprenda a investir na bolsa

Ele ainda afirmou que o valor cobrado para cada trabalho realizado foi muito inferior ao citado nas referidas notícias e foram emitidas notas fiscais para todos estes trabalhos, devidamente declaradas ao Fisco, estando totalmente de acordo com a legislação brasileira. Segundo o jornal, as mensagens apontavam que cada ida de Kamura a Brasília custava R$ 5 mil. “Celso Kamura sempre se pautou pela transparência e clareza em toda a sua trajetória profissional”, conclui a nota.