Cassação de Renan Calheiros será votada no plenário na próxima terça-feira

CCJ aprovou nesta quarta-feira o parecer do senador Arthur Virgílio que recomenda a perda do mandato do peemedebista

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) aprovou nesta quarta-feira (28), por 17 votos a 3, o parecer do senador Arthur Virgílio favorável à cassação do presidente licenciado do Senado, Renan Calheiros.

Com isto, o pedido de cassação contra o parlamentar será encaminhado para votação no plenário da Casa. Esta será segunda vez em pouco mais de três meses que Renan enfrentará uma votação em plenário. Na primeira, ele foi absolvido.

Neste processo, Renan é acusado de usar “laranjas” na compra de duas emissoras de rádio e de um jornal em Alagoas. As informações foram passadas pelo usineiro João Lyra, apontado como sócio do senador no suposto esquema.

Votação na próxima terça-feira

PUBLICIDADE

O presidente interino do Senado, Tião Viana, já marcou para a tarde da próxima quarta-feira a votação do processo contra Renan no plenário da Casa.

Entre os parlamentares, a aposta é que o senador escape da cassação, já que a votação é secreta. Apenas a sessão plenária será aberta, com a transmissão de discursos contrários e favoráveis ao peemedebista.