RADAR INFOMONEY AO VIVO Petrobras anuncia plano para 2021 a 2025 e mercado não gosta; assista

Petrobras anuncia plano para 2021 a 2025 e mercado não gosta; assista

Cartões

Captação externa da Cielo pode sair ainda este ano

Se concluída, a oferta de bônus marcará a estreia da empresa no mercado de captações externas

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Cielo (CIEL3) pode realizar sua primeira captação externa ainda este ano, informou nesta quarta-feira (24) o presidente da companhia, Rômulo Mello Dias, em teleconferência com jornalistas.

Mais cedo, no call com analistas, ele afirmou que a empresa considera realizar uma captação no mercado externo por meio de uma emissão de bonds estruturados, para melhorar a estrutura de capital após empréstimo-ponte acertado para a compra da norte-americana Merchant e-Solutions (MeS).

“Se optarmos por fazer [a oferta], existe a possibilidade de sair ainda este ano”, comentou o executivo, que não forneceu detalhes sobre o tamanho de operação. Se concluída, a emissão de títulos de longo prazo marcará a estreia da Cielo no mercado de captações internacionais. 

Aprenda a investir na bolsa

Ele comentou, no entanto, que já está em contatos com bancos para analisar a estrutura da operação, a qual ainda depende de uma série de fatores, como condições de mercado e da janela de oportunidades. “Já estamos tabulando com os bancos. Estamos ultimando algumas negociações”, disse.

Risco político
Sobre a incerteza regulatória que ronda o setor e tem pressionado as ações da Cielo, Dias limitou-se a afirmar que a dinâmica mais competitiva da indústria de cartões, certamente, produzirá taxas de desconto menores do que as praticadas atualmente.

O mercado temo que as credenciadoras possam ser alvo de uma intervenção do governo, em meio à discussão sobre a possível redução das compras parceladas sem juros no cartão. “Governo é sempre governo e deve ser respeitado. Eu prefiro não tecer considerações sobre o assunto”, declarou.