Quem não ajuda...

Candidatos caem nas pesquisas após serem apoiados por Dilma, mostra Fernando Rodrigues

Jornalista do UOL mostra correlação negativa entre apoio da petista e sucesso nas pesquisas

SÃO PAULO – Um levantamento feito pelo blog do jornalista Fernando Rodrigues, do UOL, mostrou que já pode ser notada alguma correlação negativa entre o apoio da ex-presidente Dilma Rousseff e o desempenho dos candidatos a prefeito nas pesquisas. Dilma gravou depoimentos nos programas de Raul Pont (PT) em Porto Alegre, Jandira Feghali (PCdoB) no Rio de Janeiro e Alice Portugal (PCdoB) em Salvador. 

No caso do gaúcho, suas intenções de voto oscilaram dois pontos percentuais para baixo após o apoio da ex-presidente. Uma queda da mesma magnitude foi observada para a carioca Jandira, que teve a presença de Dilma em eventos de campanha. A petista, que sofreu um processo de impeachment este ano, chegou a dizer que “eleger Jandira no Rio é um ‘volta Dilma'”. A vantagem do peemedebista Pedro Paulo, antes empatado com a candidata do PCdoB, subiu para 4 pontos percentuais. 

Já no caso de Alice Portugal, novas pesquisas não foram divulgadas depois que ela passou a receber o apoio da petista, mas ela não enfrenta uma situação fácil no pleito por Salvador. O atual prefeito da capital baiana lidera a corrida eleitoral com 70% das intenções de voto, contra algo em torno de 8% a 12% da comunista. 

PUBLICIDADE

Vale ressalvar, contudo, na análise do jornalista do UOL, que as pesquisas citadas têm margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos, sendo ainda precipitado afirmar com certeza que a ex-presidente Dilma tenha realmente um “toque de Midas” ao contrário na hora de apoiar candidatos a prefeito.