Governo Bolsonaro

Campos Neto terá status de ministro até autonomia do Banco Central

Não há nenhum detalhamento sobre a intenção de dar autonomia à autoridade monetária

O presidente Jair Bolsonaro já encaminhou ao Senado Federal a indicação de Roberto Campos Neto para a presidência do Banco Central. A informação consta de edição extraordinária do Diário Oficial da União (DOU) publicada na noite de terça-feira, 1.

O DOU também trouxe a nova estrutura do governo federal. Nessa reorganização das pastas e atribuições, a Medida Provisória 870 prevê que o novo presidente do BC terá mantido o status de ministro de Estado “até que seja aprovada a autonomia da entidade”.

Apesar dessa indicação, não há nenhum detalhamento na edição extraordinária do DOU sobre a intenção de dar autonomia à autoridade monetária.

PUBLICIDADE

Seja sócio das maiores empresas da bolsa com TAXA ZERO de corretagem! Clique aqui e abra uma conta na Clear!