Política

Caminhoneiros mantêm bloqueios no país; Dilma deve sancionar lei nesta 2ª-feira

A Polícia Rodoviária Federal registrou seis pontos de bloqueio em Santa Catarina e outros seis no Rio Grande do Sul

arrow_forwardMais sobre

(Reuters) – Caminhoneiros ainda protestam em algumas rodovias do país nesta segunda-feira, enquanto o governo se prepara para sancionar uma nova lei que alivia pagamento de pedágio, perdoa multas e promete ampliar pontos de paradas para descanso.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou seis pontos de bloqueio em Santa Catarina e outros seis no Rio Grande do Sul, segundo a Agência Brasil.

No Paraná, ainda segundo a PRF, os caminhoneiros não ocupavam pistas das estradas federais, mas estavam no acostamento parados no km 136 da BR-376, em Nova Esperança, no km 7 da BR-163, em Barracão, e no km 112 da BR-376, em Paranavaí.

PUBLICIDADE

Já a concessionária Rota do Oeste informou que havia dois pontos de bloqueio na BR-163, em Mato Grosso.

A Secretaria-Geral da Presidência da República informou em nota que a presidente Dilma Rousseff decidiu sancionar sem vetos, nesta segunda-feira, a nova Lei dos Caminhoneiros.

De acordo com a nota, a lei assegura perdão das multas por excesso de peso expedidas nos últimos dois anos, isenção de pagamento de pedágio para eixo suspenso de caminhões vazios e ampliação de pontos de parada para descanso e repouso.

O governo informou ainda que tomará as medidas necessárias junto ao Congresso Nacional para prorrogar por 12 meses as parcelas de financiamentos de caminhões adquiridos pelos programas ProCaminhoneiro e Finame do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

 

 

 

 

 

(Por Maria Pia Palermo)