Brasileiros no exterior têm até 5 de maio para se alistar para próximas eleições

Segundo o TSE, eleitores fora do País somam 131 mil pessoas. Interessados precisam procurar consulado ou embaixada brasileira

SÃO PAULO – O prazo para alterações dos dados eleitorais vai até o dia 5 de maio. A data é limite tanto para os novos eleitores que vão solicitar pela primeira vez o título, quando para quem deseja transferir o domicílio ou para brasileiros que estiverem fora do País na data das próximas eleições, em 3 de outubro.

Eleitores que desejam votar fora do País podem ir até uma embaixada ou consulado brasileiro e se alistar. Os documentos exigidos são documento oficial brasileiro de identificação, comprovante de residência e de quitação militar.

Caso não votem, o brasileiro que estiver no exterior precisará justificar a ausência. A não justificativa implica o impedimento de obter passaporte, identidade ou qualquer documento em repartições diplomáticas no exterior.

Pré-atendimento on-line
Para adiantar o processo, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) orienta a fazer a solicitação e o preenchimento de um formulário virtual com a atualização dos dados cadastrais pelo site do TSE, no endereço www.tse.gov.br.

PUBLICIDADE

Dentro de cinco dias após o pré-atendimento virtual, é necessário ir até um cartório eleitoral munido dos documentos originais e cópias, além do protocolo gerado no site. Quem não se apresentar pessoalmente no cartório terá o processo cancelado.

Segundo o TSE, os brasileiros no exterior aptos a votar somam 144.411 pessoas. No Brasil, o cadastro contabiliza, atualmente, 131,8 milhões de eleitores.