RADAR INFOMONEY Por que o mercado "gostou" do aumento na conta de luz? Assista ao programa desta terça

Por que o mercado "gostou" do aumento na conta de luz? Assista ao programa desta terça

Brasileiros no exterior devem justificar ausência nas eleições em até 30 dias

Quem reside fora do País tem até o dia 5 de maio para pedir transferência. Apenas voto para presidente é obrigatório

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Os brasileiros que estiverem no exterior no dia 3 de outubro, data das próximas eleições, devem justificar sua ausência no prazo de 30 dias após o retorno ao Brasil, segundo orientações do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

O mesmo prazo é válido para quem perder o segundo turno, marcado para o dia 31 de outubro.

Quem mora fora do Brasil tem até o dia 5 de maio para transferir o título de eleitor para o país onde reside. Para isso, basta procurar o consulado ou a missão diplomática, levando o título de eleitor, passaporte e documento que comprove a residência no país.

Aprenda a investir na bolsa

Nas eleições deste ano, os brasileiros vão votar para presidente, governador, senador, deputado federal e deputado estadual. Para residentes no exterior, apenas o voto para presidente é exigido.

Transferência
O residente no exterior que não realizar a transferência não pode votar e corre o risco de ter o título de eleitor cancelado, caso não vote em três eleições consecutivas (cada turno corresponde a uma eleição).

Estar com as obrigações eleitorais em dia é exigência para emitir ou renovar o passaporte. O TSE mantém um atendimento pelos telefones 148 ou (11) 2858-2100 para informar sobre a situação do eleitor. A informação também pode ser obtida no site www.tre-sp.jus.br.