RADAR INFOMONEY Hering (HGTX3) sai do básico com plano ousado para 2021. Vai funcionar?

Hering (HGTX3) sai do básico com plano ousado para 2021. Vai funcionar?

Pesquisa Datafolha

Brasileiro quer Lula preso e Temer processado; reprovação do presidente é recorde, mas ele tem uma boa notícia

Apesar da reprovação a Temer chegar a 73%, cresce o apoio pela sua permanência no cargo, aponta pesquisa

SÃO PAULO – Pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira (2) pelo jornal Folha de S. Paulo mostrou que a maioria da população brasileira defende a prisão do ex-presidente Lula e o prosseguimento da denúncia da PGR (Procuradoria Geral da República) contra Michel Temer.  O Datafolha ouviu 2.772 pessoas em 194 cidades, nos dias 27 e 28 de setembro, com margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Dos entrevistados,  54% avaliam que os fatos revelados pela Lava Jato são suficientes para justificar a prisão do petista. 40%; por outro lado, afirmam não haver motivos para a detenção do ex-presidente, enquanto 5% não opinaram.

O apoio à prisão de Lula cresce à medida que aumenta o grau de instrução (69% entre os que têm nível superior e 37% entre os com nível fundamental) e a renda familiar mensal (chega a 76% no grupo mais rico e a 42% no mais pobre) do entrevistado. O apoio também é maior nas regiões Sul (61%) e Sudeste (65%) que na Nordeste (34%). Contudo, predomina em todos os grupos a opinião de que o petista não será preso ao fim das investigações (66% no total).

89% a favor da denúncia contra Temer e aprovação de 5%

Já no caso do prosseguimento da denúncia contra Temer, 89% são favoráveis a que a Câmara autorize a abertura de processo contra ele por organização criminosa e obstrução de justiça, enquanto apenas 7% são contra. 

O Datafolha também fez uma pesquisa sobre a popularidade do presidente. A gestão Temer atingiu a maior reprovação já registrada pelo Datafolha desde o início da redemocratização no país. Consideram o governo Temer ruim ou péssimo 73% dos brasileiros. Com isso, o presidente superou a pior taxa de Dilma Rousseff (PT), 71% em agosto de 2015. Apenas 5% avaliam o governo como ótimo e bom. Os que consideram o governo regular somam 20%, enquanto 2% não sabe/não opinou. 

Contudo, aponta a pesquisa, apesar dos péssimos números, há também algum alívio para o governo, aponta a Folha. Percebe-se um recuo no grupo que pede a saída de Temer da Presidência. Ainda que majoritário, caiu de 65%, em junho, para 59%. Já os que defendem sua permanência passaram de 30% para 37%.