Brasil pode integrar aliança lusófona para comprar títulos de Portugal

Presidente do Timor Leste propõe a Brasil e Angola que se unam para adquirir títulos portugueses a juros mais baixos

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O Brasil pode se unir a outras ex-colônias de Portugal para adquirir títulos da dívida lusa, conforme sugere notícia veiculada nesta quinta-feira (10) pelo Jornal de Negócios.

Segundo a fonte, o presidente do Timor Leste, Ramos Horta, propôs uma aliança com Brasil e Angola para compra de papéis da dívida de Portugal a juros mais baixos do que os observados no mercado.

Melhor opção frente aos Treasuries
Entretanto, esta medida, apesar de beneficiar Portugal, não teria caráter filantrópico, uma vez que ainda seria registrado um retorno superior aos obtidos atualmente com os Treasuries norte-americanos, onde estão aplicados 90% dos recursos do fundo do petróleo timorense, que administra US$ 6,3 bilhões em ativos.

Aprenda a investir na bolsa

Com os investimentos atuais, Ramos Horta afirma que seu país perde dinheiro, uma vez que os títulos dos EUA rendem menos de 3% ao ano, sem levar em conta inflação e depreciação. No mesmo sentido, o presidente timorense também acredita que a operação possa ser vantajosa para o Brasil.

Brasil já recebeu proposta
Até o momento, uma proposta já teria sido feita oficialmente ao Brasil, mas não a Angola. No caso do Timor Leste ainda seria necessária a modificação de uma lei que obriga o governo do país a investir ao menos 90% dos proventos com petróleo em títulos do Tesouro dos EUA.