Brasil é um dos países com menor intenção de compra de imóveis da América Latina

Nos próximos seis meses, 17% dos brasileiros desejam comprar um imóvel; no Equador, este índice é de 20%

SÃO PAULO – Dentre oito países latino-americanos, o Brasil figura entre os três com menor intenção de comprar um imóvel nos próximos seis meses, ficando à frente apenas da Colômbia (16%) e da Argentina (7%).

De acordo com o estudo, intitulado “10 anos, 10 tendências”, realizado pelo Ibope, o percentual de brasileiros que desejam comprar um imóvel, em um semestre, é de 17%.

O maior índice de intenção de compra imobiliária, no período citado, foi verificado no Equador (20%), seguido por México e Venezuela, cada um com 19%. Peru (18%) e Chile (18%) também foram alvos do levantamento.

Compra efetiva

PUBLICIDADE

No que diz respeito à compra efetiva de um imóvel, os mexicanos foram os que mais adquiriram este tipo de bem, nos últimos seis meses, entre os países avaliados. O índice alcançado pelo país foi de 6,3%.

Em seguida, os países onde mais se compraram imóveis, nos últimos seis meses, foram: Equador (4,5%), Colômbia (4,4%), Brasil (3,8%) e Venezuela (3,6%). Chile, Peru e Argentina, por sua vez, registraram índices inferiores, de 2,6%, 2,4% e 1,8%, respectivamente.

A pesquisa apurou ainda que, na hora de se decidirem pela compra de um imóvel, os latino-americanos consideram importantes fatores como localização (44%), preço (36%) e possibilidade de financiamento (22%).