[BradJovem] Eleições: você sabe a importância que tem o voto?

conhecendo como funciona nosso sistema eleitoral e investigando os candidatos, dá para votar com consciência

arrow_forwardMais sobre

Candidato à presidência, candidato ao governo do estado, candidato à câmara dos deputados e ao senado. Horário político obrigatório de dia e à noite. Debate político na televisão. Siglas. Partidos políticos. Voto. Quanta coisa! Mas será que você sabe qual é a importância das eleições e como ela funciona?

Para entender um pouco mais, é preciso saber que tipo de governo está implantado no País. Há vinte anos, o Brasil adotou a Democracia, um sistema criado para ser o governo do povo. Para que esta forma de governo funcione, um conjunto de indivíduos é escolhido através do voto para ser representante do povo.

Em nosso País foi instituído, a partir de um plebiscito popular, a República Presidencialista, que é o sistema que organiza estes representantes entre três instâncias de poder: Executivo (Presidente, Governadores, Prefeitos), Legislativo (Câmara dos Deputados, Senado) e Judiciário.

PUBLICIDADE

Assim, a eleição que convoca a nossa participação é responsável pela formação do poder Executivo e Legislativo, composto pelo conjunto de indivíduos que passamos a chamar de políticos.

De olhos bem abertos

O voto é uma peça indispensável para que a máquina da democracia funcione. Uma escolha errada pode não apenas comprometer seus planos de vida e seus objetivos profissionais, como também trazer um grande mal a toda população.

Um governo incompetente na administração dos gastos públicos pode trazer um caos na economia do País, o que interfere no preço dos produtos que compramos, no valor dos nossos salários e na falta de serviços básicos para a sociedade, como o acesso às escolas, hospitais e transporte.

Da mesma forma, um governo corrupto, que desvia verbas destinadas à melhoria das estradas, hospitais e da polícia, é um grande defeito na máquina da democracia. Verbas estas que são obtidas pelos impostos pagos com dinheiro dos nossos bolsos. Portanto, votar no candidato errado pode se tornar um investimento que só trará prejuízos.

Eu prometo!

PUBLICIDADE

Durante o processo eleitoral, os candidatos tentam conquistar os votos dos cidadãos por meio de campanhas eleitorais. É através delas que apresentam suas propostas e tentam convencer os eleitores de suas boas intenções.

Mas você sabe de onde vem o dinheiro que os políticos gastam em suas campanhas? Existem várias formas de arrecadar verbas, e uma delas é a doação feita por pessoas físicas, que são os cidadãos comuns, e por pessoas jurídicas, que são as empresas.

As pessoas comuns podem doar para as campanhas até 10% e as firmas até 2% dos ganhos que ambos declararam para a Receita Federal no ano que antecedeu as eleições. E o montante pode ser dado direto para o candidato ou por meio de um depósito para o partido político, que vai distribuir todo o dinheiro para os vários candidatos.

Outra forma de receber dinheiro para a campanha é por meio do Fundo Partidário, que vem do orçamento do Governo Federal (ele é constituído pelas multas e penalidade eleitorais, doações privadas etc). Uma parcela da verba é dada para todos os partidos e outra é distribuída para os partidos de acordo com o número de deputados que cada um elegeu.

Vale lembrar que os partidos são obrigados a fazer uma previsão de quanto vão gastar com material impresso, faixas e placas, produção de programa de rádio e TV, pesquisa eleitoral, entre outros. Isso porque, se o orçamento passar desse valor, eles são obrigados a pagar uma multa que varia de cinco a dez vezes o valor em excesso.

Diga com quem andas

Então, é importante compreender os projetos e ideias do candidato, tentando responder algumas perguntinhas: há dinheiro suficiente para ele fazer os projetos que propõe? Quando ele ocupou um cargo no passado, cumpriu o que prometeu em campanha? Você conhece o partido político ao qual ele pertence?

O partido político é uma organização que reúne um grupo de pessoas que têm os mesmos interesses e as mesmas ideias políticas para o cenário nacional, estadual e municipal. Quando se simpatiza com o político de determinado partido, teoricamente os outros que o acompanham deveriam ter as mesmas propostas e interesses.

PUBLICIDADE

Porém, isso nem sempre acontece. Por isso é importante conhecer um pouco do partido político do candidato. Quais são os membros do seu partido e quais ideias eles defendem. Afinal de contas, um projeto isolado e sem apoio entre os demais políticos jamais se tornará algo concreto.

Outro ponto importante é conhecer o vice do candidato. Saber quais são suas propostas, pois ele ocupa uma função aparentemente discreta, mas que também é cheia de poder.

Agora que você conheceu um pouco mais sobre o nosso sistema eleitoral, não esqueça: quando você tiver título de eleitor, vote consciente!