De olho nas Eleições 2022

Bolsonaro volta a culpar ICMS e PT por alta do preço da gasolina

Em entrevista, Bolsonaro frisou que não queria brigar com os governadores, mas que “precisava falar a verdade”

Por  Estadão Conteúdo -

O presidente da República, Jair Bolsonaro, voltou a culpar a cobrança de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) pelos Estados e a “roubalheira do PT” para justificar o alto preço da gasolina no Brasil, que em alguns postos do Rio de Janeiro já ultrapassou os R$ 8 o litro.

Em entrevista para a TV Record durante a visita ao Porto do Açu, acompanhado de políticos e ministros, Bolsonaro frisou que não queria brigar com os governadores, mas que “precisava falar a verdade”.

“O ICMS incide no preço final da bomba e não na origem, é bi tributado. Não sou contra a cobrança dos governos, mas a população tem que entender que os governos cobram R$ 2 por litro, e ainda tem o aumento das refinarias aos ….distribuidores”, disse Bolsonaro, sendo ajudado pelo ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

“O insumo dos derivados (petróleo) aumentou muito também, passou de R$ 270 o barril para R$ 500”, disse Albuquerque, sem estipular o período do aumento.

Cadastre-se na IMpulso e receba semanalmente um resumo das notícias que mexem com o seu bolso — de um jeito fácil de entender:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe