Mudança

Bolsonaro tira Joice Hasselmann da liderança do governo

Ela será substituída pelo senador Eduardo Gomes (MDB-TO)

(Foto: Agência Brasil)

SÃO PAULO – Se por um lado, a Câmara confirmou a permanência do Delegado Waldir como líder do PSL na Casa, o racha no partido fez outa vítima. O presidente Jair Bolsonaro decidiu tirar a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) da liderança do governo no Congresso.

O substituto será o senador Eduardo Gomes (MDB-TO), que já era o vice-líder do governo.

Já cogitada há algum tempo, a saída da deputada se deu em meio à crise pela qual passa o PSL, e foi agravada pelo fato de Joice ter ido contra o presidente no caso envolvendo a liderança do partido na Câmara.

PUBLICIDADE

Ela assinou a lista de apoio à permanência de Delegado Waldir na liderança, sendo que o presidente havia articulado para que seu filho Eduardo Bolsonaro assumisse o cargo.

Joice é líder do governo desde fevereiro, após ser indicada pelos presidente da Câmara e Senado, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Davi Alcolumbre (DEM-AP). Porém, ela perdeu espaço quando a articulação do governo foi passada para o ministro Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo, em agosto. Ele, por sua vez, passou a preferir o líder do governo na Câmara, deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO).

Joice Hasselmann se pronuncia

Pelo Twitter, a deputada se pronunciou sobre o assunto e disse que deixa a liderança do governo “com dever cumprido” e que não “se importa com ingratidão”. “Não nasci líder, não preciso disso. Trabalhei 20h por dia para salvar o governo de crises, aprovar pautas importantes para o país, apagar incêndios durante todos esses meses”, afirma.

“Agora ganho minha alforria e mais tempo para cuidar do meu mandato e da minha candidatura à prefeitura [de São Paulo]”, disse Joice.

Quer saber o que esperar da política nos próximos meses? Insira seu e-mail abaixo e receba, com exclusividade, o Barômetro do Poder – um resumo das projeções dos principais analistas políticos do país: