Candidato insinuou fraude

Bolsonaro “sempre foi eleito pela urna eletrônica”, rebate Toffoli

Novo presidente do STF defendeu a segurança das urnas eletrônicas e destacou que as eleições serão acompanhadas pela OEA

SÃO PAULO – O novo presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) rebateu as insinuações do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) que haveria o risco de fraude nas urnas eletrônicas. “O que eu digo é que ele [Bolsonaro] sempre foi eleito pela urna eletrônica”, disse, em relação às dúvidas levantadas sobre o sistema usado no Brasil.

Toffoli defendeu a segurança das urnas eletrônicas, destacou que as eleições serão acompanhadas pela OEA (Organização dos Estados Americanos) e disse que “é preciso acabar com determinadas lendas”. “Geralmente os que perdem reclamam”, disse. 

As declarações de Toffoli foram uma resposta a Bolsonaro que, em transmissão ao vivo via Facebook, fez um discurso duro contra o PT e acusou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de ter um “plano B” para voltar ao poder, apontando que o líder petista não buscou fugir da prisão e que esse fato é um indício de que há uma intenção por trás disso. 

PUBLICIDADE

“Com toda sua popularidade, sua possível riqueza, seu tráfego junto a ditaduras. Você aceitaria passivamente ir para a cadeia? Se você não tentou fugir, com tudo ao teu lado, é obviamente porque você tem um plano B. Não consigo pensar em outra coisa a não ser o plano B se materializar numa fraude”, disse Bolsonaro.

O candidato do PSL ainda voltou a defender o voto impresso, acusou o PT de ter “aparelhado o TSE” e criticou a pesquisa Datafolha divulgada na sexta-feira (14): “a nova narrativa é de que eu perderia no segundo turno para qualquer um”. “Pelo amor de deus”, disse.

Confira o vídeo completo de Bolsonaro:

Quer proteger seus investimentos das incertezas das eleições? Clique aqui e abra sua conta na XP Investimentos