Sem estresse

Bolsonaro não participará de nenhum debate no segundo turno, diz presidente do PSL

"O seu estado de saúde é ainda de absoluto desconforto. Não vamos submetê-lo a uma situação de alto estresse sem nenhum motivo", afirmou Bebianno

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Após os médicos deixarem na mão de Jair Bolsonaro (PSL) uma participação nos próximos debates, o presidente do seu partido, Gustavo Bebianno, afirmou nesta quinta-feira (18) que o deputado não irá comparecer a nenhum encontro de segundo turno.

Em coletiva de imprensa, ele disse que o estado de saúde do candidato é de “absoluto desconforto” e que não deve ser submetido a “uma situação de alto estresse, sem nenhum motivo”. “O seu estado de saúde é ainda de absoluto desconforto”, afirmou Bebianno.

O líder do PSL também aproveitou para criticar Fernando Haddad (PT), chamando-o de “poste”, ressaltando que a ausência de Bolsonaro nos debates não deverá prejudicá-lo.

Aprenda a investir na bolsa

“Seria discutir com um poste, como já disse o candidato, quem discute com um poste é bêbado. A decisão (de não participar) não é ruim porque o eleitor já conhece Bolsonaro. O contato que ele estabelece é diretamente com o eleitor. Os eleitores já sabem em quem vão votar”, disse Bebianno à jornalistas.

Além disso, ele também negou que a campanha de Bolsonaro esteja recebendo ajuda de empresas para divulgar por meio das redes sociais notícias contra o PT, como divulgou a Folha de S. Paulo nesta manhã.

“Nem o PSL nem a campanha do candidato Jair Bolsonaro e muito menos o candidato Jair Bolsonaro se prestam a esse tipo de papel. Toda e qualquer doação feita até hoje, fosse para o PSL, fosse para a campanha do candidato, são recursos doados via nossa plataforma, de acordo com a legislação”, afirmou.

A hora de investir em ações é agora: abra uma conta na Clear com taxa ZERO de corretagem!