Brasileiro na lista

Bolsonaro é eleito um dos 100 mais influentes do mundo pela Time, mas revista aponta controvérsias

Texto da revista, assinado pelo presidente da Eurasia Ian Bremmer, ressalta que Bolsonaro representa um forte corte nos elevados níveis de corrupção no País na última década, mas aponta questões e posicionamentos polêmicos do presidente

arrow_forwardMais sobre
Presidente Jair Bolsonaro

São Paulo – Indicado pela revista norte-americana Time como uma das 100 personalidades mais influentes do mundo em 2019, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, recebeu tratamento ambíguo no texto de perfil publicado nesta Terça-feira pela publicação norte-americana. 

“Ele representa um forte corte nos elevados níveis de corrupção da última década e a melhor chance em uma geração para o Brasil avançar em reformas que podem domar o endividamento crescente”, inicia o texto, assinado por Ian Bremmer, presidente da consultoria de risco político Eurasia e editor da revista.

Logo na sequência, porém, Bremmer aponta questões e posicionamentos polêmicos de Bolsonaro. “O ex-oficial do Exército também é um garoto-propaganda da masculinidade tóxica, um homofóbico ultraconservador com objetivo de lançar uma guerra cultural e talvez reverter o progresso do Brasil em combater as mudanças climáticas”, afirma.

PUBLICIDADE

Já nas considerações finais, a força das instituições brasileiras é citada como fator a moderar as posições controversas do mandatário brasileiro. “Brasil segue como um democracia dinâmica, com instituições robustas que limitarão tanto as medidas boas quanto as ruins que ele venha a tomar”, escreve Bremmer.

A habilidade – ou falta dela – de Bolsonaro na articulação política foi lembrada. “Se ele pretende deixar algum legado, Bolsonaro terá que aprender a trabalhar com o sistema, de modo a fechar os acordos necessários para avançar sua agenda. O tempo dirá se ele tem a flexibilidade e resiliência de caráter que precisará”, finaliza.

Jair Bolsonaro é o único brasileiro citado na edição de 2019. Ele aparece na categoria “líderes” composta por 26 personalidades. Entre eles, o presidente americano, Donald Trump, o autodeclarado presidente da Venezuela, Juan Guaidó, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, o Papa Francisco e a congressista americana, Alexandria Ocasio-Cortez.

Para ver a lista completa no site da revista clique aqui.

Invista melhor o seu dinheiro. Clique aqui e abra sua conta na XP Investimentos — é de graça!