Discurso

Bolsonaro diz que democracia e liberdade só existem se as Forças Armadas quiserem

"A missão será cumprida ao lado das pessoas de bem do nosso Brasil, daqueles que amam a pátria, daqueles que respeitam a família", disse o presidente

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Durante um discurso no 211º aniversário do Corpo de Fuzileiros Navais, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que vai governar ao lado “daqueles que respeitam a família” e que a democracia só existe se as Forças Armadas “quiserem”.

“A missão será cumprida ao lado das pessoas de bem do nosso Brasil, daqueles que amam a pátria, daqueles que respeitam a família, daqueles que querem aproximação com países que têm ideologia semelhante à nossa, daqueles que amam a democracia”, disse no evento na Fortaleza de São José da Ilha de Cobras, no Rio de Janeiro.

“E isso, democracia e liberdade, só existe quando a sua respectiva Força Armada assim o quer”, completou o presidente. O discurso de Bolsonaro durou cerca de 4 minutos.

Aprenda a investir na bolsa

Ele aproveitou o local para dizer ainda que os militares precisarão fazer um sacrifício com a reforma da Previdência, mas ressaltou que as especificidades de cada uma das forças serão respeitadas.

“O que eu quero aos senhores é sacrifício também. Entraremos sim, numa nova Previdência que atingirá os militares, mas não deixaremos de lado, não esqueceremos, as especificidades de cada força”, disse.

Bolsonaro ainda defendeu o excludente de ilicitude para mortes provocadas por militares em missões. “O que eu quero para o senhores, meus irmãos militares, vocês conversando, ouvindo, debatendo uma retaguarda jurídica para que vocês possam exercer seus trabalhos, em especial nas missões extraordinárias da tropa”, afirmou.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos