Política

Bolsonaro diz a ministros que indicará André Mendonça para vaga no STF, diz fonte

Em almoço com senadores do bloco parlamentar do Senado Vanguarda, Mendonça admitiu a indicação, ressaltando que está no momento de "peregrinação"

(Crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse a ministros que indicará o ministro da Advocacia-Geral da União (AGU), André Mendonça, para a vaga que será aberta no Supremo Tribunal Federal (STF) com a aposentadoria neste mês do ministro Marco Aurélio Mello, disse à Reuters uma fonte com conhecimento do assunto.

Em almoço com senadores do bloco parlamentar do Senado Vanguarda, Mendonça admitiu a indicação de Bolsonaro, ressaltando que está no momento de “peregrinação”, de acordo com uma outra fonte.

Decano do STF, Marco Aurélio se aposentará copulsoriamente no dia 12 de julho, ao completar 75 anos de idade. Mendonça é pastor evangélico e Bolsonaro prometeu várias vezes que indicaria um nome “terrivelmente evangélico” para a Suprema Corte.

A indicação do sucessor de Marco Aurélio no Supremo terá de ser aprovada pelo Senado, depois de uma sabatina na Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) da Casa. No ano passado, Bolsonaro já havia indicado o ministro Nunes Marques para a vaga que era de Celso de Mello, que também se aposentou compulsoriamente ao completar 75 anos.