Anúncio pelo Twitter

Bolsonaro demite Vélez do Ministério da Educação e indica Abraham Weintraub como substituto

Vélez deixa o cargo após protagonizar inúmeras polêmicas desde sua posse, em 1º de janeiro, sendo cada vez mais questionado no cargo, principalmente em meio aos enfrentamentos provocados  entre militares e seguidores do escritor Olavo de Carvalho

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta segunda-feira (8), pelo Twitter, a demissão do ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez.

Em seu lugar, Bolsonaro anunciou a indicação do professor Abraham Weintraub

Vélez protagonizou inúmeras polêmicas desde sua posse, em 1º de janeiro, sendo cada vez mais questionado no cargo, principalmente em meio aos enfrentamentos provocados  entre militares e seguidores do escritor Olavo de Carvalho. 

PUBLICIDADE

Na última sexta-feira, em café com jornalistas, Bolsonaro sinalizou que poderia demitir o agora ex-ministro. “Até segunda vai ser resolvido. Quem vai decidir sou eu. Segunda é o dia do fico ou não fico”, afirmou o presidente, para depois complementar: “está bastante claro que não está dando certo. Ele é bacana e honesto, mas está faltando gestão”, afirmou Bolsonaro em café da manhã com jornalistas.

A última crise criada pelo ministro surgiu por causa de sua intenção de revisitar a história do golpe militar de 1964 nos livros escolares, medida vista como uma tentativa de agradar a Bolsonaro e se segurar no cargo, o que não aconteceu.

Substituto de Vélez, Abraham Weintraub é próximo do ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e era secretário-executivo da pasta. Professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Weintraub é economista e compõe a equipe de Bolsonaro desde novembro, quando esteve na equipe de transição. 

Weintraub é mestre em administração pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Executivo do mercado financeiro, atuou no grupo Votorantim e foi membro do comitê de Trading da BM&FBovespa. Em 2016, coordenou a apresentação de uma proposta alternativa de reforma da previdência social formulada pelos professores da Unifesp. 

 

Confira o tuíte de Bolsonaro abaixo:

 

 

 

 

Invista melhor o seu dinheiro. Abra uma conta gratuita na XP