Privatização no radar

Bolsonaro comemora aprovação do PL dos Correios na Câmara e projeta lucro de R$ 3 bilhões

Projeto passou na última quinta-feira, por 286 votos a favor e 173 contra

Presidente da República Jair Bolsonaro, durante execução do Hino Nacional Brasileiro (Foto: Alan santos/PR)

O presidente da República, Jair Bolsonaro, comemorou nesta sexta-feira a aprovação na Câmara do projeto de lei que abre caminho para a venda dos Correios e estimou que a empresa irá dobrar seu lucro neste ano, chegando a R$ 3 bilhões.

“No ano passado, os Correios deram lucro de R$ 1,5 bilhão. A projeção para este ano, pelo que temos até o momento, é dobrar, chegar a R$ 3 bilhões de lucro”, disse ele, em almoço com políticos e empresários aliados em Joinville (SC).

Em uma vitória para a agenda de privatizações do governo Bolsonaro e sob críticas da oposição, o projeto passou na Câmara nesta quinta-feira, por 286 votos a favor e 173 contra.

No almoço, Bolsonaro criticou governos anteriores, que, segundo ele, geriam a empresa com o objetivo de angariar dividendos políticos.

Depois do aval do Congresso, o governo planeja fazer o leilão da estatal no primeiro semestre de 2022, quando será vendida 100% para um único comprador. Após a transferência para o setor privado, o nome da companhia deve passar a ser Correios do Brasil.

De acordo com o projeto aprovado, a Associação Nacional de Telecomunicações (Anatel) será responsável pela regulamentação.

O texto prevê manutenção da garantia de estabilidade dos funcionários por 18 meses após a privatização e veta o fechamento de agências em pequenas cidades e locais remotos.

Em curso gratuito de Opções, professor Su Chong Wei ensina método para ter ganhos recorrentes na bolsa. Inscreva-se grátis e participe.