Troca de cadeiras

Bolsonaro anuncia Onyx Lorenzoni como ministro da Cidadania e confirma Braga Neto na Casa-Civil

Desde o final de janeiro já circulavam notícias de que o presidente estaria pensando em demitir Lorenzoni

(Crédito: Valter Campanato/Agência Brasil)

SÃO PAULO – O presidente da República, Jair Bolsonaro, anunciou pelo Twitter na tarde desta quinta-feira (13) que Onyx Lorenzoni não é mais ministro da Casa-Civil e que o político do Democratas irá assumir o Ministério da Cidadania. No lugar de Onyx, o general Walter Souza Braga Neto será o novo ministro da Casa-Civil.

Já o atual ministro da Cidadania, Osmar Terra, deixará o cargo e voltará para a Câmara dos Deputados, onde foi eleito pelo MDB.

Desde o final de janeiro, a imprensa já vinha noticiando a possível saída de Onyx. O primeiro indício foi a demissão do número dois da pasta, Vicente Santini, duas vezes em 24 horas.

PUBLICIDADE

A segunda exoneração, ocorrida no dia 30 de janeiro, foi seguida pela transferência do Programa de Parceria de Investimentos (PPI) da Casa-Civil para a Economia.

Braga Neto, que entrará no lugar de Onyx, é o chefe do Estado-Maior do Exército que comandou a intervenção federal no Rio de Janeiro em 2018 após repetidos casos de roubos de carga no estado. O general entrou no Exército em 1974 e foi observador militar das Nações Unidas no Timor Leste e adido na Polônia e nos Estados Unidos.

A transmissão dos cargos será realizada no dia 18 de fevereiro às 15h (horário de Brasília).