Política

Bolsonaro agradece deputados por aprovação da PEC dos Precatórios e diz que texto não é calote

O presidente afirmou, ainda, que todos os precatórios de até R$ 600 mil serão pagos pelo governo neste ano

Por  Estadão Conteúdo -

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) agradeceu publicamente os deputados federais, nesta quinta-feira (11), pela aprovação da Proposta de Emenda à Constituição dos precatórios (PEC 23/2021).

“Não é PEC do calote, querida imprensa brasileira” garantiu, durante o lançamento do programa “Brasil Fraterno – Comida no Prato”, sobre o texto que prorroga o pagamento de dívidas da União já transitadas em julgado para abrir espaço fiscal e viabilizar o Auxílio Brasil de R$ 400 em ano eleitoral.

A PEC dos precatórios foi aprovada na Câmara na última terça-feira (9) e agora segue para o Senado Federal, Casa que costuma oferecer mais resistência a projetos do governo.

Ontem (10), o ministro João Roma (Cidadania) manifestou confiança de que os senadores também vão dar aval ao texto e sem modificá-lo.

Bolsonaro afirmou que todos os precatórios de até R$ 600 mil serão pagos pelo governo neste ano.

O presidente ainda revelou que vai conversar nos próximos dias com o presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, para fomentar a atividade pesqueira no lago de Itaipu.

Compartilhe