Eleições americanas

Biden ultrapassa marca de 80 milhões de votos e bate recorde como candidato mais votado da história

O número tende a aumentar, já que ainda há estados que não finalizaram a contagem iniciada em 3 de novembro

(Win McNamee/Getty Images)

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, ultrapassou a marca de 80 milhões de votos nas eleições presidenciais de 2020, sendo o candidato mais votado da história do país, informou a mídia norte-americana nesta quarta-feira (25).

Até o último balanço, o democrata tinha 80.026.721 votos e seu adversário, Donald Trump, somava 73.890.295. O número tende a aumentar, já que ainda há estados que não finalizaram a contagem iniciada em 3 de novembro.

O recorde anterior pertencia a outro democrata, Barack Obama, que em 2008 havia obtido 69.498.516 votos em chapa que tinha Biden como vice-presidente. Além disso, a afluência do pleito deste ano é de 66,7%, o que representa mais de 159 milhões de norte-americanos indo às urnas, em índice que não ocorria desde 1900.

Como nos EUA o sistema de eleição é indireto, decidido através de Colégio Eleitoral, o democrata já obteve 306 delegados contra 232 de Trump – para se eleger, é preciso 270 grandes eleitores.

Apesar do republicano ainda não ter reconhecido a derrota oficialmente, em ato inédito na história moderna do país, Trump autorizou o início da transição de poder e Biden já anunciou diversos secretários e comitês para seu governo, que iniciará em 20 de janeiro de 2021. (ANSA)

Invista no ativo com maior potencial de valorização: o seu conhecimento. Aproveite descontos de até R$ 1.319 nos cursos do InfoMoney e Xpeed – vagas limitadas!