Berzoini volta à presidência do PT após conclusão das investigações da PF

A Polícia Federal encerrou o inquérito, inocentando o deputado da compra do dossiê contra o PSDB por aliados do PT

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O deputado Ricardo Berzoini reassumiu nesta terça-feira a presidência do Partido dos Trabalhadores, depois de um afastamento de três meses devido à suspeitas de corrupção.

Berzoini deixou o cargo em outubro de 2006, sob a acusação de participar da compra do dossiê que incriminaria políticos do PSDB. A Polícia Federal concluiu o inquérito em dezembro e indiciou como suspeito o comitê eleitoral do senador Aloizio Mercadante, também do PT.

Mesmo com o encerramento das acusações, Berzoini deve ter seu mandato encurtado, por causa das eleições municipais. Marcadas para setembro de 2008, elas coincidirão com o fim do mandato do deputado.

Disputa da Câmara

Aprenda a investir na bolsa

O almoço que marcou o retorno de Berzoini também foi utilizado para discutir a disputa pela liderança da Câmara. Os dois candidatos, Arlindo Chinaglia, do PT, e Aldo Rebelo, do partido aliado PC do B, estavam presentes ao encontro.

O novo presidente do PT defendeu a candidatura de Chinaglia, mas afirmou que haverá um diálogo entre os dois concorrentes e que o ideal seria ter apenas um candidato na base aliada.