Berlusconi ganha voto de confiança e pacote fiscal deve ser aprovado na Itália

Com ligeira maioria, primeiro ministro evita queda do gabinete e reformas deverão ser aprovadas nesta tarde

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O primeiro ministro da Itália, Silvio Berlusconi, deu um importante passo para aprovar ainda nesta quarta-feira (14) o polêmico pacote de austeridade de € 54 bilhões para reorganizar as finanças do país.

Berlusconi conseguiu de forma apertada receber um voto de confiança do parlamento, com 316 votos a favor e 302 contra, evitando o colapso de seu gabinete e a antecipação de eleições ou a instauração de um governo provisório.

Com isso, mantida a mesma base, espera-se a aprovação do plano de austeridade que será votado ainda nesta tarde.

Aprenda a investir na bolsa

O pacote vem enfrentando forte oposição de sindicatos e organizações de trabalhadores uma vez que prevê € 11 bilhões em cortes de gastos em 2012, € 7 bilhões em 2013 e aumento de impostos para arrecadar € 14 bilhões adicionais no ano que vem e € 21 bilhões no ano seguinte.

Rolagem
A Itália vendeu na última terça-feira € 3,86 bilhões em títulos públicos com vencimentos de cinco anos. Apesar de, na véspera, ter circulado a notícia de que o governo buscava apoio da China para se financiar, os juros médios pagos pelo tesouro do país chegaram a 5,60%

O prêmio foi o maior para esse tipo de papel desde a criação do euro, sendo que da última vez em que foi rolada a dívida em prazo igual o yield médio pago havia alcançado 4,93%. O objetivo deste leilão era conseguir uma captação entre € 3 bilhões e € 4 bilhões. No dia anterior, os investidores já haviam exigido um juro maior para a compra de papéis da Itália, em títulos de prazo mais curto.