Pró-mercado

Barbosa acena para os investidores e já pretende se reunir com velho conhecido do mercado financeiro

Ex-ministro do STF tentará contato com o ex-presidente do Banco Central, Armínio Fraga

SÃO PAULO – Ganhando cada vez mais espaço na corrida pela Presidência, Joaquim Barbosa, que filou-se recentemente ao PSB (Partido Socialista Brasileiro), aos poucos está caindo no gosto do mercado financeiro após acenos por uma política econômica com viés liberal e por buscar parcerias com nomes consagrados pelos investidores.

Nesta quinta-feira (19), o ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) irá se reunir com o comando do PSB  para discutir os temas da possível campanha e, segundo reportagem da Folha de S. Paulo, neste empenho para se tornar um candidato pró-mercado, Barbosa tentará contato com o ex-presidente do Banco Central e sócio-fundador da Gávea Investimentos, Armínio Fraga. O provável candidato pelo PSB já se reuniu no ano passado com figuras como Delfim Neto e Eduardo Giannetti, que, no caso, irá fazer parte da equipe econômica da pré-candidata da Rede, Marina Silva.

Barbosa mescla ideias de cunho liberal, mas sem esquecer das pautas sociais. O provável candidato pelo PSB defende que um governo deve trabalhar com reformas estruturais, privatizações e a livre concorrência, ao mesmo tempo em que deve trabalhar pela redução de desigualdades e pela preservação de garantias fundamentais dos cidadãos.

Neste sentido, segundo matéria do Valor Econômico, ainda como ministro do STF os votos de Barbosa eram de viés liberal, citando votos favoráveis à quebra do monopólio da Petrobras e ao status de ministro para presidente do Banco Central.