Pró-mercado

Barbosa acena para os investidores e já pretende se reunir com velho conhecido do mercado financeiro

Ex-ministro do STF tentará contato com o ex-presidente do Banco Central, Armínio Fraga

SÃO PAULO – Ganhando cada vez mais espaço na corrida pela Presidência, Joaquim Barbosa, que filou-se recentemente ao PSB (Partido Socialista Brasileiro), aos poucos está caindo no gosto do mercado financeiro após acenos por uma política econômica com viés liberal e por buscar parcerias com nomes consagrados pelos investidores.

Nesta quinta-feira (19), o ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) irá se reunir com o comando do PSB  para discutir os temas da possível campanha e, segundo reportagem da Folha de S. Paulo, neste empenho para se tornar um candidato pró-mercado, Barbosa tentará contato com o ex-presidente do Banco Central e sócio-fundador da Gávea Investimentos, Armínio Fraga. O provável candidato pelo PSB já se reuniu no ano passado com figuras como Delfim Neto e Eduardo Giannetti, que, no caso, irá fazer parte da equipe econômica da pré-candidata da Rede, Marina Silva.

Barbosa mescla ideias de cunho liberal, mas sem esquecer das pautas sociais. O provável candidato pelo PSB defende que um governo deve trabalhar com reformas estruturais, privatizações e a livre concorrência, ao mesmo tempo em que deve trabalhar pela redução de desigualdades e pela preservação de garantias fundamentais dos cidadãos.

PUBLICIDADE

Neste sentido, segundo matéria do Valor Econômico, ainda como ministro do STF os votos de Barbosa eram de viés liberal, citando votos favoráveis à quebra do monopólio da Petrobras e ao status de ministro para presidente do Banco Central.