Bancada do PMDB na Câmara desiste de indicar ministro da Saúde

O presidente poderá definir o nome para o cargo e sua preferência recai sobre o médico José Gomes Temporão

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O presidente Lula parece ter resolvido uma das dificuldades em relação à composição de seu novo ministério. A bancada do PMDB na Câmara abriu mão de indicar um nome para a pasta da Saúde, deixando a escolha a cargo do presidente.

O presidente do PMDB, Michel Temer, e o líder do partido na Câmara, Henrique Eduardo Alves, informaram na terça-feira ao ministro das Relações Internacionais, Tarso Genro, que desistiram de indicar um nome ao cargo.

Disputa interna

Os deputados reconheceram a preferência do presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo médico sanitarista José Gomes Temporão, que, mesmo filiado ao PMDB, não era a escolha do partido para a pasta.

Aprenda a investir na bolsa

Por outro lado, ao desistir desta pasta, os deputados da legenda na Câmara passaram a reivindicar outro ministério.

O partido ainda comanda as pastas das Comunicações e Minas e Energia, mas nenhum desses ministros foi indicado pela bancada da Câmara dos Deputados, mas pelos parlamentares do Senado.