Avaliação do governo e confiança em Lula pioraram, afirma Ibope

Avaliação ótima ou boa caiu de 57% em dezembro para 49% em abril; ruim ou péssima subiu de 13% para 16% no período

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A avaliação do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva piorou no início de seu segundo mandato, mas ainda se encontra em um nível estável, mostrou nesta quinta-feira (12) pesquisa do Ibope, encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

De acordo com o documento, a avaliação ótima ou boa caiu para 49% neste mês, ante 57% em dezembro, enquanto a ruim ou péssima subiu para 16%, ante os 13% registrados no último mês do ano passado. A margem de erro da sondagem é de dois pontos percentuais.

A avaliação regular também aumentou, saindo de 28% para 33% no mesmo período. O Ibope entrevistou 2.002 pessoas entre os dias 28 de março e 02 de abril, em 140 municípios espalhados pelo Brasil.

Confiança em Lula recuou

PUBLICIDADE

O levantamento do Ibope também apontou que o número de brasileiros que confiam no presidente caiu para 62% em abril, ante 68% em dezembro, enquanto que os que não confiam aumentaram para 34%, com relação aos 28% na comparação no mesmo período.

Segundo Marco Antônio Guarita, diretor de operações da CNI, o resultado se deve porque os números de dezembro estavam inflados pelo final da campanha eleitoral, resultado da movimentação da economia no final do ano.

A nota média do governo Lula em abril, no entanto, foi praticamente a mesma apresentada no início do seu primeiro mandato, passando de 6,8 para 6,7. Em dezembro último, a nota foi 7,0, nível mais alto alcançado por Lula.