MERCADOS AO VIVO Unit do BR Partners (BRBI11) estreia na B3 em alta de mais de 15%

Unit do BR Partners (BRBI11) estreia na B3 em alta de mais de 15%

Protestos pelo Brasil

Atos contra Bolsonaro são registrados em todos os estados e no DF neste sábado

Manifestantes pediam o impeachment do presidente, a aceleração da vacinação contra a Covid e a ampliação do auxílio emergencial

arrow_forwardMais sobre
ISABELLA FINHOLDT/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Protestos contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foram registrados em todos os estados do Brasil e no Distrito Federal no último sábado (29).

Convocados por movimentos sociais, centrais sindicais e partidos de esquerda, os manifestantes pediam o impeachment de Bolsonaro, a aceleração da vacinação contra a Covid e a ampliação do auxílio emergencial, além de criticar a condução do combate à pandemia pelo governo federal.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, os organizadores afirmam que houve atos em 213 cidades brasileiras e 14 do exterior, com a participação de 420 mil pessoas.

As lideranças dos atos exigiram que os manifestantes usassem máscaras e álcool gel. Mas, em algumas regiões, houve aglomerações e descumprimento das regras de distanciamento social, medida sugerida por médicos e especialistas para conter a propagação da Covid.

As maiores concentrações foram em São Paulo e Rio de Janeiro.

Manifestantes ocuparam 10 quarteirões da Av. Paulista em SP (LEO ORESTES/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO)

Em São Paulo, os manifestantes se reuniram na avenida Paulista, que foi fechada nos dois sentidos. Segundo os organizadores, 80 mil pessoas participaram do ato na capital paulista.

Manifestação na avenida Presidente Vargas, no centro do Rio de Janeiro (CARLOS SANTTOS/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO)

No Rio de Janeiro, os participantes do ato caminharam pelo centro da cidade, indo do monumento em homenagem a Zumbi dos Palmares até a Cinelândia.

Já na capital federal, 30 mil pessoas, segundo os organizadores, participaram da manifestação, que percorreu a Esplanada dos Ministérios até o Congresso Nacional. Segundo os manifestantes, a policia distrital impediu que um boneco de ar com a imagem de Bolsonaro seguisse a passeata.

Protesto terminou com confusão entre manifestantes e policiais no centro do Recife (GENIVAL PAPARAZZI/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO0

No Recife, o protesto foi encerrado com bombas de gás lacrimogênio e tiros de bala de borracha após a intervenção da Polícia Militar pernambucana. Segundo os organizadores, o ato acontecia de forma pacífica e mantinha o distanciamento entre pessoas. A vereadora Liana Cirne (PT) chegou a ser agredida por um dos policiais.

PUBLICIDADE

(Com agências de notícias)

Receba o Barômetro do Poder e tenha acesso exclusivo às expectativas dos principais analistas de risco político do país
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.