Eleições 2016

Atenção políticos! Aplicativo permite cidadão denúnciar propagandas irregulares

Lançado pelo TSE, aplicativo permite que qualquer pessoa possa enviar fotos, vídeos ou áudios com denúncias sobre propaganda eleitoral

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A tecnologia tem ajudado cada vez mais a população a fazer o papel de fiscal durante as eleições. E para o pleito de 2016 que ocorre no próximo domingo (2), o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) desenvolveu 11 aplicativos para smartphones e tablets que facilitam na hora de acompanhar todo o processo, desde o pré-votação até a apuração das urnas.

Com os apps, é possível acompanhar o resultado das eleições municipais, fazer denúncias de irregularidades e até participar da verificação do número de votos registrados nas urnas eletrônicas. O que tem mais chamado atenção, porém, é o aplicativo Pardal, que permite que os eleitores façam denúncias de propaganda eleitoral irregular, tanto nas ruas como na internet e em veículos de comunicação.

A denúncia é feita pelo próprio aplicativo, onde a pessoa envia fotos, vídeos ou áudios para comprovar o ato ilícito. Por exemplo, se um eleitor encontrar um outdoor de um candidato na rua, que é proibido, pode tirar uma foto e mandar pelo aplicativo, que automaticamente envia a denúncia para análise do Ministério Público Eleitoral.

Aprenda a investir na bolsa

Também é possível denunciar outras irregularidades como compra de votos, uso da máquina administrativa ou gastos irregulares. Para conferir quais condutas são permitidas e quais são proibidas durante a campanha eleitoral, clique aqui. Segundo o próprio TSE, o aplicativo já recebeu mais de 32 mil registros de irregularidades de todo o país em cerca de três semanas.

As denúncias que envolvem a propaganda eleitoral somam 51,93% dos registros. Segundo o TSE, por ser o estado mais populoso e com o maior número de eleitores e, também, de candidatos, São Paulo é recordista de denúncias pelo aplicativo Pardal com um total de 6.444 registros.

Em seguida aparece o Espírito Santo, com 3.160 denúncias recebidas. O Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo foi o responsável pelo desenvolvimento do aplicativo e já adota esse tipo de recebimento de denúncias desde 2012. Pernambuco fica em terceiro lugar no número de denúncias com 2.841 registros.

Outros aplicativos
Entre outros aplicativos disponíveis está o Boletim na Mão, que permite que, ao final da votação, os eleitores conheçam os votos depositados em uma urna eletrônica específica. Já o app Candidaturas ajuda o eleitor a analisar os dados de cada candidato, como nome, foto, planos de governo e dados de prestação de contas. 

Alguns aplicativos ainda não estão disponíveis, mas poderão ser baixados nos próximos dias. É o caso do Onde Votar ou Justificar, que informa o local exato de votação e o melhor caminho para que o eleitor vá até sua seção. O aplicativo Resultados, que permite o acompanhamento da totalização de votos em todos os municípios em tempo real, também deve ser disponibilizado em breve.