RADAR INFOMONEY Programa desta quarta fala sobre a fusão entre Localiza e Unidas e a disparada das ações do IRB - será que o jogo virou para a empresa na Bolsa?

Programa desta quarta fala sobre a fusão entre Localiza e Unidas e a disparada das ações do IRB - será que o jogo virou para a empresa na Bolsa?

Juízes unidos

Associação manifesta “veemente repúdio” aos ataques que Moro vem sofrendo após condenação de Lula

"Causa indignação a utilização da imunidade parlamentar para desferir ofensas a quem está cumprindo a sua função constitucional de aplicar a lei ao caso concreto", destaca Ajufe

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Em nota publicada nesta segunda-feira (24), a Ajufe (Associação dos Juízes Federais do Brasil) defendeu a atuação de Sérgio Moro no âmbito da Lava Jato e manifestou “veemente repúdio” aos ataques “à honra pessoal” do juiz federal após a condenação – em primeira instância – de Luiz Inácio Lula da Silva a nove anos e meio de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá.

“Causa indignação a utilização da imunidade parlamentar para desferir ofensas a quem está cumprindo a sua função constitucional de aplicar a lei ao caso concreto. O inconformismo contra o mérito das decisões judiciais deve se dar com os recursos judiciais postos à disposição das partes e não por meio de agressões verbais”, declarou a entidade.

Sobre a atuação de Moro e da força-tarefa da Lava Jato, a Ajufe frisou que é “anseio da sociedade brasileira” a apuração de todos os crimes de corrupção e que cabe ao Judiciário o julgamento dos escândalos: “por isso as tentativas de enfraquecê-lo e intimidá-lo visam à impunidade das infrações penais que tanto afligem o Brasil”, finaliza a nota assinada pelo presidente da associação, Roberto Carvalho Veloso.

PUBLICIDADE