Política

Assembleia de Minas autoriza abertura de processo de impeachment contra Pimentel

Decisão ocorre a menos de seis meses das eleições e pegou de surpresa lideranças petistas

SÃO PAULO – O presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado Adalclever Lopes (MDB) autorizou, nesta quinta-feira (26), a abertura de um processo de impeachment contra o governador do estado, Fernando Pimentel (PT). O pedido foi apresentado no último dia 9, pelo advogado Mariel Marley Marra, sob a alegação de atraso nos repasses de duodécimos orçamentários.

Quer saber mais sobre o cenário político e como se aproveitar dele? Clique aqui e assine o Mapa Político

A solicitação foi lida pela Mesa da casa e uma comissão especial será formada para tratar do assunto, com a indicação dos membros pelos líderes partidários. No colegiado, que deverá estar funcionando em até 15 dias, será formulado um relatório para apreciação em plenário. Somente após esta última etapa o governador poderá ser afastado do cargo.

PUBLICIDADE

Pimentel está à frente do governo mineiro desde 2014 e deve se candidatar à reeleição em outubro deste ano. Nos bastidores, havia uma tentativa de costura de aliança com o MDB de Minas. A possibilidade de a ex-presidente Dilma Rousseff ser lançada pelo PT para uma das vagas ao Senado atrapalhou as negociações, já que compromete os interesses emedebistas.

A abertura do processo de impeachment ocorre a menos de seis meses das eleições e pegou de surpresa lideranças petistas.

Quer saber mais sobre o cenário político e como se aproveitar dele? Clique aqui e assine o Mapa Político