Segundo Estadão

Após ser vaiado, Temer deve ser substituído por Rodrigo Maia no encerramento da Olimpíada

Segundo o Estadão, tanto a Câmara quanto as pessoas do governo ligadas à organização das Olimpíadas já foram informadas da mudança

SÃO PAULO – Após ser vaiado na cerimônia de abertura dos Jogos Olimpícos do Rio de Janeiro, o presidente interino Michel Temer não deverá participar do encerramento da Olimpíada, no dia 21 de agosto, segundo o jornal O Estado de S. Paulo. 

Quem deverá substituí-lo é Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados e segundo na linha de sucessão. O jornal informa que tanto a Câmara quanto as pessoas do governo ligadas à organização das Olimpíadas já foram informadas da mudança. Esperava-se que Temer fosse à cerimônia para estreitar relações com o Japão, que sediará os próximos Jogos Olímpicos. 

Pelo protocolo olimpíco, o presidente não se manifesta na cerimônia de encerramento. Quem irá se manifestar será apenas o  prefeito do Rio, Eduardo Paes, e o governador de Tóquio. 

PUBLICIDADE