Acusações

Após ser citado em delação de Delcídio, Aécio Neves deve ser investigado pela Lava Jato

Em sua delação, Delcídio disse que Aécio recebeu propina de Furnas e também estaria envolvido em um caso na CPI do Correios

SÃO PAULO – O senador e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves, deve ser investigado formalmente pela Lava Jato após a delação premiada de Delcídio do Amaral citar o tucano em um esquema de propina. Aécio já negou as informações e disse que são mentiras e questões “requentadas” pelos petistas.

O caso ainda será avaliado pelos procuradores do grupo de trabalho da operação na PGR (Procuradoria-Geral da República), mas segundo a Folha de S. Paulo, a abertura de inquérito deve realmente acontecer.

Em sua delação, Delcídio disse que Aécio recebeu propina de Furnas e também estaria envolvido em um caso na CPI do Correios, no qual ele teria atrasado o envio de dados do Banco Rural para fazer uma “maquiagem” nas informações.

PUBLICIDADE