Após ser alvo da PF, Silas Malafaia solta 7 tuítes em sua defesa: “indignado”

A investigação da PF aponta que Silas Malafaia poderia ter recebido valores do principal escritório de advocacia responsável pelo esquema

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Alvo de um mandado de condução coercitiva na Operação Timóteo, da Polícia Federal, o pastor Silas Malafaia fez desabafo no Twitter.

“Nesta manhã fui acordado, por um telefonema de que a Polícia Federal esteve na minha casa. Estou em São Paulo e vou me apresentar. Recebi uma oferta de cem mil reais, de um membro da igreja do meu amigo pastor Michael Abud, não sei e não conheço o que ele faz. Tanto é que o cheque foi depositado em conta. Por causa disso sou ladrão? Sou corrupto? Recebo ofertas de inúmeras pessoas”, diz Malafaia.

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira a “Timóteo” em 11 Estados e no Distrito Federal contra um esquema de corrupção em cobranças judiciais de royalties da exploração mineral, que, segundo uma fonte da PF, teve a Vale entre as empresas prejudicadas.

PUBLICIDADE

A investigação da PF aponta que Silas Malafaia poderia ter recebido valores do principal escritório de advocacia responsável pelo esquema. Ele seria suspeito de ter usado contas correntes de uma instituição religiosa com a intenção de ocultar a origem ilícita dos valores. O nome Timóteo dado à operação se refere ao livro bíblico de Timóteo, segundo a PF.

Confira os tuítes de Silas Mafaia: