Eleições 2018

Após ruído, Bolsonaro recebe Paulo Guedes e promete privatizações e corte de ministérios

Encontro e mensagem mostram uma tentativa de candidato desfazer recente desentendimento recente e mostrar que sua equipe está unida, sem divergências propositivas

Paulo Guedes e Jair Bolsonaro
(Divulgação)
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Poucos dias após um desentendimento envolvendo a possível recriação da CPMF em um eventual futuro governo, o candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL) recebeu seu guru econômico Paulo Guedes em quarto do hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde se recupera de facada sofrida há 15 dias, durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG).

O parlamentar apresentou uma foto do encontro em sua conta no Twitter, com a legenda: “Jair Bolsonaro recebe visita de Paulo Guedes! Sempre juntos na busca da Ordem e Progresso!”. Horas antes, ele havia publicado um texto em que assumia o compromisso de “reduzir o número de ministérios e extinguir e privatizar grande parte das estatais que hoje existem”.

O tweet foi fixado no topo em sua página oficial no microblog. “São gastos desnecessários que devem atender a população. Recusar acordões que negociam cargos em troca de apoio já faz parte deste objetivo”, complementou o candidato na postagem.

Aprenda a investir na bolsa

O encontro com Paulo Guedes, a quem chama de seu “posto Ipiranga” no campo econômico, e a mensagem mostram uma tentativa de Bolsonaro desfazer recente desentendimento e mostrar que sua equipe está unida, sem divergências propositivas.

Na última quarta-feira, a jornalista Monica Bergamo publicou em sua coluna no jornal Folha de S.Paulo que o guru econômico havia ventilado a possibilidade da criação de um imposto sobre movimentações financeiras, similar à extinta CPMF, como forma de unificar tributos. Também estava em discussão a criação de uma alíquota única de Imposto de Renda a pessoas físicas e a aplicação de um imposto sobre lucros e dividendos.

O balão de ensaio repercutiu na imprensa e gerou uma crise na aliança de Bolsonaro. O parlamentar usou as redes sociais para negar a criação de imposto e elevação da carga tributária.

Nos dias seguintes, Guedes não participou de eventos abertos nos quais sua presença era aguardada. O último deles foi na ExpertXP 2018, maior evento de finanças da América Latina, organizado pela XP Investimentos, na última sexta-feira e sábado. O economista alegou problemas de agenda.

Quer proteger seus investimentos das incertezas das eleições? Clique aqui e abra sua conta na XP Investimentos