Após nova pesquisa, analistas veem Ciro Gomes longe da disputa presidencial

Pré-candidato pelo PSB luta para conseguir apoio junto a governistas; Serra mantém liderança

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Segundo pesquisa Datafolha realizada nos dias 15 e 16 de abril, José Serra (PSDB) registrou 38% das intenções de voto contra 28% de Dilma Rousseff (PT), enquanto Ciro Gomes (PSB) foi ultrapassado por Marina Silva (PV), tornando ainda mais difícil a viabilidade de sua candidatura ao Planalto.

A avaliação é feita pelas consultorias MCM e Rosenberg & Associados. Enquanto a disputa pela liderança fica polarizada entre tucanos e petistas, as intenções de voto ao deputado federal do PSB oscilaram de 11% para 9%, entre abril e março, enquanto a senadora pelo PV subiu de 8% para 10%. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais.

“A candidatura de Ciro fica complicada: em tese, já está morta, tal o descaso do PT com seu aliado”, afirmou a R&A. Já para a MCM, a ultrapassagem feita por Marina Silva “é mais um elemento a sugerir que ele, provavelmente, não será candidato”.

PUBLICIDADE

Segundo turno
No final de março, José Serra tinha 36% e Dilma Roussef marcava 27% na pesquisa. O estudo também apontou que, em um eventual segundo turno com os dois líderes, Serra venceria com 50%, ao passo em que Dilma conseguiria 40% dos votos. 

Caso seja levada em conta a pesquisa de fevereiro, os analistas da MCM apontam que “é possível vislumbrar uma tendência de crescimento a favor do tucano”. Para a Rosenberg, a saída de Ciro do páreo favorece José Serra. “Fica claro que Ciro obteve votos de Serra. Sua saída vai complicar ainda mais a situação de Dilma”, apontou em relatório.