Após impasses, PT cede a presidência da CPI mista dos Cartões ao PSDB

Marisa Serrano segue com a presidência, e diz que investigação terminará em 90 dias; Luiz Sergio continua relator

SÃO PAULO – Após discussões e impasses, o PT decidiu ceder a presidência da CPI mista dos Cartões Corporativos ao PSDB, como havia previamente acordado. Com isso, a configuração dos cargos permanece a proposta pela oposição, com Marisa Serrano (PSDB-MS) para a presidência e Luiz Sérgio (PT-RJ) para relatoria.

O líder do PT na câmara, Maurício Rands (PT-PE), declarou que cedeu aos argumentos de seus colegas de partido, para que a investigação não demorasse ainda mais. Além disso, Rands afirmou esperar que o PSDB não utilize o cargo para realizar “manipulação política”.

Resolvido os problemas com os cargos, Marisa Serrano afirmou que as investigações deverão ser concluídas em 90 dias. A senadora ressaltou que a CPI mista deverá cumprir o calendário devido às eleições municipais em outubro.

PUBLICIDADE

Por fim, o presidente do senado Garibaldi Alves (PMDB-RN) sinalizou que a instalação da investigação ocorrerá ainda nesta semana.