RADAR INFOMONEY Por que o mercado "gostou" do aumento na conta de luz? Assista ao programa desta terça

Por que o mercado "gostou" do aumento na conta de luz? Assista ao programa desta terça

Após eleições, companhias de energia elétrica registraram as maiores altas da sessão

Para Gradual, algumas empresas são beneficiadas pela definição de disputas para governo estadual, como Copel e Cemig

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – As ações do setor de energia elétrica despontaram entre as maiores altas do Ibovespa na sessão desta segunda-feira (4). O movimento já era esperado pela Gradual, que previa variações positivas de empresas que têm maior exposição ao risco político, com a definição dos governos estaduais em diversas localidades do País. 

Um dos casos citados é a vitória de Beto Richa, do PSDB, em primeiro turno no Paraná, enquanto pesquisas sinalizavam um segundo turno com Osmar Dias. Os papéis da Copel (CPLE6) lideram a ponta compradora do benchmark e fecharam com valorização de 4,42%, cotadas a R$ 38,75.

Ainda no setor, destaque para os papéis preferenciais da Trans Paulista (TRPL4), que encerraram em alta de 3,24%, em R$ 54,20, ocupando a terceira posição na ponta compradora do índice, e os ativos ON da Eletrobrás (ELET3), que foram a quinta maior alta registrada no Ibovespa, com ganhos de 2,68%, cotadas a R$ 22,26.

Aprenda a investir na bolsa

Cemig, Copasa e Light
A Gradual Investimentos também mencionou a vitória de Antônio Anastasia em Minas Gerais, o que influencou positivamente os papéis da Cemig (CMIG4), cuja alta foi de 1,81%. Como o mercado já vinha se antecipando a esse resultado, no entanto, outros ativos citados pela corretora, como Copasa (CSMG3) e Light (LIGT3), fecharam com quedas de 0,58% e 1,11%, respectivamente.