Caso Lula

Após decisão contra Moro, manifestantes penduram faixa em frente à casa de Teori

A decisão do ministro do STF atende a um pedido do governo, que apontou para possíveis ilegalidades na divulgação de conversas telefônicas interceptadas entre Lula, a presidente Dilma Rousseff e ministros

SÃO PAULO – Um grupo de manifestantes deixou uma faixa com os dizeres “deixa o Moro trabalhar” na noite da última terça-feira (23) em frente à casa do ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki, em Porto Alegre (RS), após o magistrado determinar que o juiz federal Sergio Moro envie para o STF as investigações da Operação Lava Jato que envolvem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A decisão do ministro relator da Operação Lava Jato no Supremo atende a um pedido do governo, que apontou para possíveis ilegalidades na divulgação de conversas telefônicas interceptadas entre Lula, a presidente Dilma Rousseff e ministros. Com isso, o caso do ex-presidente deixa a primeira instância para ser avaliada pela corte máxima do Judiciário.

Após o envio de Moro, a documentação sobre as investigações serão remetidas à Procuradoria-Geral da República, que fará análise se houve crime da presidente ou não.

PUBLICIDADE