Ponte com o petista

Após conclusão do impeachment, Michel Temer deve buscar ponte com Lula

O Planalto avalia ser preciso uma interlocução mínima com organizações sociais lideradas pelo PT para conseguir votar pautas delicadas no Congresso, informa coluna Painel, da Folha

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O presidente interino Michel Temer, em avaliações internas, voltou a falar sobre a necessidade de procurar a oposição para dialogar, porém ainda avalia que este não é o momento. Ele esperará o desfecho final do impeachment, segundo informações da coluna Painel, da Folha de S. Paulo.

O Planalto avalia ser preciso uma interlocução mínima com organizações sociais lideradas pelo PT para conseguir votar pautas delicadas no Congresso. Para quem conhece Temer, afirma a colunista, a oposição que ele menciona tem “nome e sobrenome”: o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.