Pesquisa

Apesar de projetarem melhora, manifestantes em SP acham que governo Temer seria ruim

O levantamento mostrou que apenas 19% dos manifestantes imaginam que Temer faria um governo bom ou ótimo. Oposição ao presidente da Câmara também é forte

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Apesar de saberem que com uma saída de Dilma Rousseff (PT) quem assumiria a presidência seria Michel Temer (PMDB), a expectativa dos manifestantes que foram à avenida Paulista, em São Paulo, no domingo (13) pedir o impeachment da petista não é muito otimista, segundo pesquisa Datafolha.

Quer saber onde investir em 2016? Veja no Guia Especial InfoMoney clicando aqui!

O levantamento mostrou que apenas 19% dos manifestantes imaginam que Temer faria um governo bom ou ótimo, enquanto quase um terço de quem participou do ato (28%), afirma que um governo do peemedebista seria ruim ou péssimo. 47% entendem que ele seria regular e outros 6% não souberam ou não responderam.

Aprenda a investir na bolsa

Como era de se esperar, a desaprovação de Dilma é praticamente unânime (98%). Mas mesmo sem muito otimismo, os manifestantes acreditam que Temer seria melhor que a petista no comando do País (72%). Outros 21% afirmam que o peemedebista seria igual ao atual governo e 4% acham que seria pior.

O Datafolha afirma que foram 40,3 mil pessoas na Paulista entre 13h e 18h (horário de Brasília), o que representa menos de um terço do ato realizado em 16 de agosto. A idade média dos participantes vem aumentado nessas manifestações: era de 39,6 anos em 15 de março, subiu para 45,2 em 12 de abril, 45,3 em agosto, chegou a 48,2 neste domingo. Dos que estavam na Paulista, 78% acreditam no afastamento de Dilma do poder, enquanto 87% acredita que ela deveria renunciar.

E apesar do papel importante de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na abertura do processo de impeachment, o presidente da Câmara dos Deputados não é bem visto pelos adeptos do “Fora Dilma”: 91% torcem pela cassação do peemedebista.