Apesar de não parecer, fumantes e não fumantes tem opiniões parecidas

Segundo pesquisa, ambos concordam que o governo tem obrigação de informar sobre os riscos do cigarro

SÃO PAULO – Fumantes e não fumantes parecem não partilhar das mesmas opiniões, no entanto, a pesquisa do Ibope Inteligência sobre consumo e publicidade de cigarros, divulgado na última quinta-feira (2), mostra o contrário.

De acordo com o estudo, por exemplo, 91% dos fumantes e 89% dos não fumantes concordam que o cidadão maior de 18 anos é responsável por suas escolhas.

Para 92% daqueles que fumam e 88% daqueles que não fumam, quem tem mais de 18 anos tem direito de escolher entre fumar e não fumar, mesmo sabendo dos riscos associados ao consumo do cigarro. Além disso, 95% dos fumantes e 96% dos que não fumam concordam que o governo tem obrigação de informar sobre os riscos do cigarro, para que as pessoas possam escolher entre fumar ou não.

PUBLICIDADE

Sobre a comercialização, 94% dos que fumam e 93% dos que não fumam acreditam que os produtos legalmente comercializados devem ser expostos nos estabelecimentos onde são vendidos. Já 94% dos fumantes e 96% dos não fumantes concordam que o cidadão tem o direito de saber onde os produtos são comercializados.

Perfis
Ainda segundo a pesquisa, 26% dos brasileiros são fumantes e os 74% restantes, não.

A região Sul é onde se concentra o maior percentual de fumantes, onde 33% da população fuma cigarro. Em seguida, vêm o Sudeste, com 28%, Norte/Centro Oeste, com 21% e Nordeste, com 20%.

Quando se trata da classe econômica, a D e E têm o maior percentual de fumante, 31%, seguidas pela classe C (25%) e A e B (23%).

Já em relação aos gêneros, 32% dos homens brasileiros fumam, enquanto esse percentual é menor entre as mulheres (22%).

Pesquisa
Para a realização do estudo, foram entrevistados 2.002 brasileiros, com mais de 18 anos, em 142 municípios, entre os dias 13 e 17 de fevereiro de 2011.