10 anos

Ao falar dos 10 anos do Bolsa Família, Dilma critica quem o chamava de “bolsa miséria”

A presidente disse que o programa foi aperfeiçoado e hoje é considerado o maior em transferência de renda no mundo

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O Bolsa Família, programa criado pelo governo Lula, completa 10 anos em 2013. Em entrevista ao programa “Café com a Presidenta”, Dilma Rousseff afirmou que o programa é considerado o maior em transferência de renda do mundo, contrariando aqueles que criticavam a iniciativa.

“Na época do governo Lula, quando o programa foi criado, os pessimistas não acreditavam que ia dar certo, muita gente criticava o programa, chegaram a chamar esse programa de “bolsa esmola”, num desrespeito à população pobre do nosso País. Mas, nesses dez anos, nós fomos ampliando, nós fomos aperfeiçoando o Bolsa Família. Hoje, ele é o maior programa de transferência de renda do mundo.”

Segundo a presidente, atualmente, 13,8 milhões de famílias recebem o benefício do governo. “Isso significa 50 milhões de pessoas que passaram a viver com dignidade, que conquistaram uma vida melhor.” Dilma ressaltou que 36 milhões de brasileiros saíram e se mantêm fora da pobreza extrema.

Aprenda a investir na bolsa

A presidente disse ainda que o programa é importante para ajudar o Brasil crescer, pois possibilita o consumo pela população mais pobre. “Não basta o PIB crescer, não basta a economia crescer, tem de crescer para todo mundo. Um País desenvolvido é um País que tem toda a sua população vivendo com dignidade.”