Embate no governo

Ao contrário de Tombini, Edinho diz que inflação e juros vão cair

O ministro da Secom falou também sobre o cenário político, dizendo que seu partido, o PT, está no caminho certo ao defender Lula

Aprenda a investir na bolsa

Num contraponto à previsão do presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, de que não há espaço para baixar os juros por conta do quadro inflacionário, o ministro da Secretaria de Comunicação Social (Secom), Edinho Silva, disse ao Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, que a inflação vai cair e os juros também.

“Tombini fez essa afirmação com base no cenário de hoje, que é de cautela, mas acreditamos que as medidas que vem sendo tomadas, inclusive reiteradas pelo BC, são corretas e criarão as condições para a redução dos juros”, disse Edinho. E complementou: “Como determinou a presidente Dilma, tudo tem sido feito com austeridade e responsabilidade para criar as condições favoráveis, inclusive para a criação da CPMF, e retomar o crescimento e a geração de emprego.”

O ministro da Secom falou também sobre o cenário político, dizendo que seu partido, o PT, está no caminho certo ao defender o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Quem conhece Lula sabe de sua integridade e honradez, ele não apareceu ontem no Brasil”. Contudo, acredita que mesmo Lula “tendo uma história que fala mais alto do que qualquer acusação”, ainda haverá um longo período para que tudo se decante e a sociedade saiba a verdade.

Aprenda a investir na bolsa

Indagado sobre a possibilidade de se investigar o ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso, em razão das declarações de sua ex-namorada Miriam Dutra, de que ele lhe enviava dinheiro ao exterior por meio de uma empresa, Edinho preferiu não comentar, dizendo apenas: “O Brasil tem instituições fortes que investigam e funcionam, quem tem que determinar se alguém merece ser investigado ou não são essas instituições.”

O ministro participou nessa sexta-feira, 19, em São José dos Campos (SP), de cerimônia de entrega de 400 unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida dos Conjuntos Residenciais Colinas I e II. A cerimônia ocorreu de forma simultânea com outras localidades do País e em link com a presidente Dilma Rousseff, que esteve em Petrolina (PE), na entrega de 2.432 unidades.

Leia também:

InfoMoney atualiza Carteira para fevereiro; confira

Analista-chefe da XP diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa