AO VIVO Aprenda a se proteger das armadilhas do trading e gerir seu risco no mercado

Aprenda a se proteger das armadilhas do trading e gerir seu risco no mercado

Fortes emoções

Ano que vem promete: mais um “candidato-celebridade” faz pré-campanha para eleições de 2018

Após a ex-apresentadora do Jornal Nacional e do Fantástico Valeria Monteiro anunciar a sua pré-candidatura, o cirurgião Robert Rey reforçou intenção de virar presidente em entrevista à Folha no fim de semana

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Os brasileiros têm motivos para reclamar – e muito – sobre o cenário que se desenha para as eleições de 2018. Mas uma coisa nós não podemos lamentar: de tédio. Além das movimentações de empresários, de nomes da centro-esquerda e da centro-esquerda para fortalecerem suas candidaturas no ano que vem, outros nomes correm por fora e ganham destaque, pelo menos na mídia, em meio à possibilidade de sua candidatura. 

Se no final de setembro, a ex-apresentadora do Jornal Nacional e do Fantástico Valeria Monteiro anunciou a sua pré-candidatura  para a presidência nas eleições de 2018, no fim de semana foi a vez do cirurgião plástico de Hollywood, Dr. Robert Rey, reforçar que está em sua pré-campanha para a candidatura à presidência. Conforme aponta matéria da Folha de S. Paulo do último sábado, ele é a mais nova aposta na volta do Prona (Partido de Reedificação da Ordem Nacional), o extinto partido do lendário Enéas Carneiro.

Rey foi candidato a deputado federal pelo PSC (Partido Social Cristão) em 2014. Contudo, com 21.371 votos, não foi eleito. Ele atribui a derrota ao sistema eleitoral e à corrupção: “me pediram um ‘cachezinho’ depois da votação, para manipular a urna. Achei absurdo”, afirmou, para depois completar: “gastei várias solas de sapato, roupas e não vi um candidato sequer nas ruas. Eu estive todos os dias nas ruas”, ressalta.

Aprenda a investir na bolsa

A decepção, no entanto, não o desanimou para se lançar como pré-candidato à Presidência e, após cogitar diversas siglas, decidiu se engajar na volta do Prona, que já atingiu a meta de 500 mil assinaturas e está em processo de formalização. “Não consegui encontrar um partido que não tivesse a lama na Operação Lava Jato. Sou um brasileirinho que vai ser um grande presidente”, afirmou ao jornal.

Ele disse que quer trazer de volta a ‘pura direita’, inspirada no modelo de gestão dos EUA, o qual vê como saída para a crise econômica e o combate à corrupção. Além de Enéas Carneiro, ícone do PRONA, tem como espelhos Juscelino Kubitscheck e Ronald Reagan. “Eu acredito no Brasil de Primeiro Mundo. Vamos arrumar a nossa casa. O país é uma piada aqui fora. A nação está de joelhos para o mundo. Saí daqui um comunistinha que tinha que roubar para comer. Quando cheguei aos EUA, eu vi um sistema que funcionava”, afirmou.

Além de Valeria Monteiro e Dr. Rey, outras personalidades da televisão são cotadas para serem candidatos ao Planalto. O mais cotado, e que está sendo até cogitado para disputar as eleições pelo DEM, é o apresentador da TV Globo Luciano Huck. Contudo, ele nega a intenção de se candidatar.

Faltando apenas um ano para o fim das eleições, ainda há muito tempo para que novos candidatos apareçam – inclusive alguns pouco viáveis. Prepare-se para 2018: muitas surpresas ainda devem acontecer.