Eleições

Animado com pesquisa, Aécio Neves dispara no rádio: “o campeão voltou”

No rádio, candidato do PSDB diz que o jogo está apertado e também criticou indiretamente as principais adversárias

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A propaganda eleitoral no rádio do candidato do PSDB, Aécio Neves, ganhou destaque hoje, ao ressaltar o resultado da última pesquisa Ibope, em que aparece uma estabilidade de Marina Silva (PSB) e uma queda de Dilma Rousseff (PT) nas intenções de voto e uma alta do tucano.

 “[O resultado] mostra que o jogo está apertado”, destacou o locutor do programa eleitoral, destacando o fato de Aécio ter sido o único que subiu nas pesquisas de intenção de voto e ter reduzido a vantagem de Dilma em um eventual segundo turno. O programa ainda utilizou o canto que fala: “o campeão voltou”.

Aécio também criticou indiretamente as principais adversárias. “Sonhar todo mundo sonha. Agora quero ver as coisas mudar de verdade”, falou, em uma crítica velada à Marina. 

PUBLICIDADE

O Ibope divulgado terça-feira mostrou que, apesar de se manter em terceiro lugar, Aécio ganhou 4 pontos em relação à última pesquisa e agora tem 19% das intenções de voto no primeiro turno. A liderança ainda é de Dilma Rousseff (PT), que caiu de 39% para 36%, enquanto Marina Silva (PSB) recuou de 31% para 30% dos votos.

Nas simulações de segundo turno, a disputa entre Marina e Dilma segue empatada, com a candidata do PSB ficando na frente por 43% contra 40%, na última pesquisa o resultado mostrava 42% a 41%, respectivamente. Já em uma disputa entre Dilma e Aécio, a petista venceria por 44% contra 37% do tucano, enquanto em um confronto entre Marina e Aécio, a pessebista seria a vencedora com 48% a 30%.

O candidato tucano melhorou nas intenções de voto em todas as regiões do País, menos no Nordeste. No Sul, Aécio está empatado com Marina, registrando 23% contra 26% da candidata do PSB. Enquanto isso, Dilma lidera isolada no Nordeste, com 48%, e no Sul, com 34% dos votos. No Sudeste, Marina tem 31% e empata com Dilma, que tem 30%.

Já o programa do PSB reapresentou um discurso de Marina Silva feito em Fortaleza, em que ela fala da infância difícil e da fome e conta que os pais muitas vezes deixavam de comer para dar alimentos aos filhos. Ela garantiu que, por sua história, jamais acabará com o Bolsa Família. “Não é um discurso, é uma vida”, afirma Marina. No início da fala, a candidata se dirigiu diretamente à principal adversária. “Dilma, não vou lhe combater com as suas armas, vou lhe combater com as nossas verdades”, disse Marina.

A presidente Dilma ignorou seus adversários e falou sobre projetos para micro e pequenos empreendedores. A candidata do PT exaltou o Simples Nacional e disse que, na prática, ele é o início da “reforma tributária que todo o nosso País reivindica”. A petista chamou a burocracia de “praga” e prometeu que o processo de abrir ou fechar uma pequena empresa vai demorar “apenas 5 dias”. Hoje, segundo a própria Dilma, são necessários, em média, 107 dias.

(Com Agência Estado)