Política

Andrade Gutierrez diz que pagou ilegalmente dívida de campanha de Dilma, diz Folha

Esta é a primeira citação direta de irregularidade apurada pela Lava Jato e que envolve uma campanha da presidente

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A empreiteira Andrade Gutierrez, segundo delação de 11 executivos, teria pago despesas com fornecedores da campanha eleitoral de Dilma Rousseff em 2010. O pagamento, ilícito, foi feito por meio de contrato fictício de prestação de serviço, afirma o jornal Folha de S. Paulo. Esta é a primeira citação direta de irregularidade apurada pela Lava Jato e que envolve uma campanha da presidente.

A publicação afirma que o fornecedor é a agência de comunicação Pepper – que trabalhou para Dilma na época. Para dar um aspecto de regularidade ao pagamento em sua contabilidade, a Andrade produziu um contrato fictício com a Pepper em um valor que supera os R$ 5 milhões, diz a Folha.

No mês passado, o ex-presidente da empreiteira, Otávio Azevedo, voltou a ser preso por ordem de um juiz do Rio de Janeiro que cuida do caso de suposto pagamento de propina por empreiteiras na obra da usina nuclear Angra 3. Ele havia sido solto no início de fevereiro exatamente após a companhia fechar o acordo de delação premiada.

Aprenda a investir na bolsa