Acrônimo

Alvo de investigação da PF, esposa de Fernando Pimentel é nomeada secretária em MG

Carolina Pimentel é investigada na Operação Acrônimo, que apura suposto esquema de lavagem de dinheiro e irregularidades em campanha eleitoral

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Alvo de investigação da Polícia Federal, a primeira-dama de Minas Gerais Carolina Pimentel foi nomeada secretário de Trabalho e Desenvolvimento Social do estado pelo seu esposo, Fernando Pimentel. A nomeação foi publicada na edição desta quinta-feira (28) do Diário Oficial de Minas Gerais; André Quintão (PT) deixa o cargo.

Carolina é investigada na Operação Acrônimo, que apura suposto esquema de lavagem de dinheiro e irregularidades em campanha eleitoral. Ela é suspeita de ser uma sócia informal da Pepper, cuja proprietária, Danielle Fonteles, confessou irregularidades e está prestes a ter a sua delação premiada homologada.  

De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, em casos estaduais, Carolina responderá a ações criminais perante o Tribunal de Justiça de Minas, sobre o qual Pimentel tem mais influência. Em casos federais, como é o caso da Acrônimo, o processo corre em tribunal regional federal.

PUBLICIDADE

Especiais InfoMoney:

Carteira InfoMoney rende 17% no 1º trimestre; CLIQUE AQUI e baixe!

Trader que perdeu R$ 285.000 com Telebras conta como deu a volta por cima

André Moraes diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa